OLHA O CRUZAMEEEEEENTO… e cai a série de vitórias de Tite

O Brasil vencia a Colômbia por 1 a 0 quando, aos 10 minutos do segundo tempo, Galvão Bueno narrava assim: “A seleção vai chegando a 10 vitórias consecutivas… OLHA O CRUZAMEEEEEENTO… Olhugol da Colômbia”. E assim saiu o gol de empate da Colômbia, com Falcao García, de cabeça.

Caiu, assim, a série de vitórias seguidas da seleção sob o comando de Tite. Desde que assumiu a seleção, o treinador contabilizou nove vitória seguidas em jogos pelas Eliminatórias da Copa de 2018. Bateu Equador (duas vezes), Colômbia, Argentina, Uruguai, Paraguai, Peru, Venezuela e Bolívia. Ainda falta enfrentar o Chile – a única equipe que derrotou o Brasil nesse classificatório, quando Dunga ainda era o técnico.

Foto: Pedro Martins / MoWa Press

Foto: Pedro Martins / MoWa Press

O Brasil tinha desfalques como Marcelo (suspenso) e Miranda (machucado). Casemiro e Gabriel Jesus saíram por opção de Tite, que resolveu avaliar Fernandinho e Firmino. A partida em Barranquilla foi equilibrada. Tanto que foi o jogo em que o goleiro Alisson mais teve que trabalhar na Era Tite. Mesmo porque a Colômbia usou várias jogadas aéreas. Ainda houve uma invasão de campo, de uma cachorra, no fim do primeiro tempo. E, quando a partida voltou, Willian marcou um golaço, ao acertar um chute com efeito no ângulo esquerdo. No segundo tempo, James Rodriguez cobrou uma falta lateral direto para o gol e acertou a trave – no reflexo, o goleiro Alisson ainda desviou a bola com o pé antes da finalização fatal de um colombiano na pequena área.

Ainda resta jogar contra Bolívia (fora de casa, no dia 5/10) e Chile (em casa, no dia 10/10). O Brasil ainda pode igualar o recorde  da Argentina, de 43 pontos em 18 jogos das Eliminatórias.

Tite perdeu seus 100% de aproveitamento à frente da seleção em jogos de competição. E o Brasil saiu reclamando do calor em Barranquilla – chegou a 37ºC. Mas ele está na sombra e água fresca. Quem está no calor são os outros times do continente, que disputam três vagas (mais uma na repescagem), faltando duas rodadas para o fim do classificatório.

Atuações do Brasil contra a Colômbia

Alísson 7,0 Bastante acionado, esteve seguro. Salvou um gol no reflexo. Sem culpa no gol
Daniel Alves 6,0 Ficou mais recuado que o costumeiro
Thiago Silva 6,0 Razoável, mas quase fez um gol contra
Rodrigo Caio Sem nota Entrou aos 47-2º
Marquinhos 5,0 O gol da Colômbia saiu em cima dele
Filipe Luís 6,0 Sem brilho, mas sem erros
Fernandinho 6,0 Razoável na marcação, apenas isso
Paulinho 5,5 Marcou bem, mas não apareceu tanto à frente
Renato Augusto 5,0 Também apareceu pouco
Philippe Coutinho Sem nota Entrou aos 28-2º. Acrescentou pouco
Willian 6,5 Marcou um golaço. Deixou a desejar em outros lances
Firmino 5,0 Peça quase nula no ataque
Gabriel Jesus 6,5 Entrou aos 17-2º. Melhrou a fluência no ataque
Neymar 7,0 Fez boas jogadas e deu um bom passe para o gol de Willian

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *