Brasil está 100% garantido na Copa do Mundo de 2018

 

Foto: Pedro Martins / MoWaPress

Paulinho e Philippe Coutinho. Foto: Pedro Martins / MoWaPress

O Brasil está 100% garantido na Copa do Mundo de 2018, na Rússia, e é o primeiro a ter carimbado o passaporte para o Mundial. Na noite desta terça-feira (28), o time do técnico Tite derrotou o Paraguai por 3 a 0, em São Paulo. Mas a confirmação da vaga só veio horas mais tarde, já na madrugada desta quarta-feira (29), pelo horário de Brasília. Foi quando o Peru bateu o Uruguai por 2 a 1, em Lima.

Faltando quatro rodadas para o fim do classificatório, o Brasil tem 33 pontos e, matematicamente, não pode terminar fora das quatro primeiras colocações, que dão vaga direta para a Copa. A Argentina, atual 5ª colocada, está com 22 pontos e na próxima rodada enfrenta o Uruguai, que caiu para 3º lugar, com 23 pontos. Um deles, necessariamente, não passaria à frente do Brasil. (Parênteses: Para esse jogo, que só será em agosto, a Argentina não terá Messi. Ele foi suspenso por 4  jogos por, supostamente, ter xingado o auxiliar do árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci na vitória dos hermanos sobre o Chile (1 a 0), na quinta-feira (23). Messi já não jogou na terça-feira e o time perdeu para a Bolívia por 2 a 0 na altitude de La Paz).

A segunda colocada do classificatório é a Colômbia, que foi a 24 pontos após ter derrotado o Equador por 2 a 0. O Chile subiu para 4º, indo a 23 pontos após a vitória de 3 a 0 sobre a Venezuela – está atrás do Uruguai no saldo de gols. Equador (20 pontos), Peru (18), Paraguai (18), Bolívia (10) e Venezuela (6) completam a tabela.

O Brasil ainda jogará contra o Equador (em casa), Colômbia (fora), Bolívia (fora) e Chile (casa).

RETROSPECTO

O Brasil ampliou sua vantagem nos confrontos com o Paraguai. Foram 79 duelos, com 47 vitórias brasileiras e 21 empates. Os paraguaios venceram 11 vezes. Além disso, a equipe brasileira quebrou um tabu de oito anos sem derrotar os paraguaios – a última vitória havia sido por 2 a 1, nas Eliminatórias para o Mundial de 2010. Desde então, foram quatro empates. Dois deles foram pela Copa América de 2011 – no segundo deles, o Brasil acabou eliminado nas quartas-de-final ao errar quatro pênaltis. Um ocorreu na Copa América de 2015 – que gerou nova eliminação nos pênaltis. O último foi nas Eliminatórias para 2018, em jogo que o Brasil saiu perdendo por 2 a 0 e empatou nos descontos.

JOGO

Neymar marcou um dos gols do Brasil na partida e segue como quarto maior artilheiro da história da seleção, com 52 gols em 77 partidas. Ele só fica atrás de Pelé (77 gols em 92 jogos), Ronaldo (62 em 99) e Romário (55 em 70). Já ultrapassou Zico (48 gols em 71 jogos). Neymar ainda teve um gol anulado e errou um pênalti que ele mesmo cavou. Os outros gols do Brasil no jogo foram do meia-atacante Philippe Coutinho e do lateral-esquerdo Marcelo.

O primeiro tempo foi amarrado e trucando no primeiro tempo. Mas a qualidade individual e a boa organização tática do time de Tite prevaleceu. Aos 33, a seleção fez 1 a 0. Coutinho recebeu na direita, tabelou com Paulinho, que devolveu de calcanhar. Coutinho chutou de primeira, no canto direito do goleiro.

No segundo tempo, o jogo ficou fácil para o Brasil. Aos 5, Neymar caiu ao dividir com Paulo da Silva. O árbitro errou e marcou pênalti. Neymar cobrou fraco, no canto, e o goleiro defendeu. Aos 18, Neymar fez 2 a 0 em bela jogada individual. Ele partiu da ponta-esquerda, invadiu a área e chutou colocado. Aos 40 minutos, Marcelo fechou o placar, tocando por cobertura, após receber belo toque de calcanhar de Paulinho.

 

Atuações do Brasil
Alisson 6,0 Não teve muito trabalho
Fagner 6,0 Um chute forte, dois chapéus e alguma violência
Marquinhos 7,0 O mais seguro na defesa
Thiago Silva 6,0 Sem muito trabalho na zaga
Miranda 6,0 Espanou algumas bolas
Marcelo 6,5 Irregular no apoio, mas fez um golaço
Casemiro 6,5 Marcou muito bem
Philippe Coutinho 7,0 Fez um golaço e ajudou a desafogar o time
Paulinho 7,0 Marcou bem, apoiou bem. E dois toques de calcanhar que terminaram em passes diretos para gol
Renato Augusto 6,0 Discreto
Willian sem nota Jogou pouco tempo
Neymar 7,5 Um golaço em uma das muitas arrancadas. Perdeu um pênalti, que ele mesmo cavou
Firmino 5,5 Atuação abaixo dos colegas
Diego Souza sem nota Jogou pouco tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *