Brasil derrota o Peru em Lima e abre 4 pontos nas Eliminatórias

O Brasil venceu mais uma partida na Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. A vítima da vez foi o Peru, derrotado por 2 a 0, em Lima, na madrugada desta quarta-feira (16), pelo horário de Brasília. Os gols foram de Gabriel Jesus e Renato Augusto. Desde que o técnico Tite assumiu a equipe, foram seis vitórias em seis jogos. O antecessor dele, Dunga, havia vencido apenas duas partidas nas seis rodadas anteriores.

Em jogos de competição, Tite tem mais vitórias que Dunga nos dois últimos anos. O ex-capitão da seleção triunfou em apenas cinco: Peru e Venezuela na Copa América 2015, Haiti na Copa América 2016 e Peru e Venezuela nas Eliminatórias. Ainda houve cinco empates – Paraguai (Copa América 2015), Equador (Copa América 2016), Argentina, Uruguai e Paraguai (Eliminatória) – e três derrotas, para Colombia (Copa América 2015), Peru (Copa América 2016) e Chile (Eliminatória).

16sele

Gabriel Jesus marcou o 1º gol; Renato Augusto fez o 2º. Foto de Pedro Martins/MoWaPress

 

O Brasil lidera as Eliminatórias com 27 pontos, após 12 rodadas – faltam seis. O Uruguai vem em segundo, com 23. Equador e Chile têm 20 pontos. Esses seriam os quatro classificados, se o classificatório terminasse agora. A Argentina está em 5º, com 19 pontos, e disputaria uma repescagem contra uma equipe da Oceania.

A seleção brasileira volta a campo apenas em março de 2017, quando enfrenta o Uruguai, em Montevidéu. Depois, o time ainda enfrenta, pela ordem: Paraguai (em casa), Equador (em casa), Colômbia (fora), Bolívia (fora), e Chile (em casa).

Jogo

O Brasil começou num 4-1-4-1. A linha de meio-campo tinha Paulinho e Renato Augusto pelo meio e Philippe Coutinho e Neymar pelas pontas. No primeiro tempo, o Brasil levou um susto no começo, quando Carrillo chutou cruzado e acertou a trave. Mas a equipe de Tite se impôs, principalmente depois de uma mudança tática: Renato Augusto passou a ocupar o lado direito e Philippe Coutinho jogou mais centralizado. O time passou para o 4-2-3-1. Apesar do domínio territorial, o time não chegou a marcar gols.

Na segunda etapa, o Peru deu um susto no começo. Mas logo o Brasil tomou o controle do jogo. Aos 13 minutos, após jogada de Philippe Coutinho, Gabriel Jesus abriu o placar. Os peruanos mudaram a equipe, e chegaram a ter quatro atacantes de ofício em campo – um deles, o ex-coxa-branca Ruidiaz. Mas o time da casa só levou perigo em jogadas aéreas. Aos 33, Gabriel Jesus recuperou uma bola no ataque e serviu Renato Augusto, que marcou 2 a 0. Até o fim do jogo, Neymar ainda chutou uma bola no travessão e Paulinho perdeu um gol na pequena área, sem goleiro.

 

Atuações
Alisson 6,0 Sem defesas difíceis. Alguns sustos no jogo aéreo
Daniel Alves 6,0 Pecou na marcação no começo, depois melhorou. Bom no apoio
Marquinhos 6,5 Jogou firme e ganhou a maioria das bolas. Perdeu uma pelo alto
Miranda 6,5 No mesmo nível de Marquinhos
Filipe Luis 6,0 Seguro na defesa. Apareceu para o apoio, sem brilho
Fernandinho 6,0 Seguro na marcação. Perdeu um gol de cabeça no 1º tempo
Paulinho 6,0 Marcou bem e foi bem nos passes. Perdeu um gol no fim
Renato Augusto 7,0 Marcou um gol e esteve bem no lado direito
Philippe Coutinho 7,0 Fez algumas boas jogadas quando esteve centralizado, inclusive a do 1º gol
Douglas Costa sem nota Entrou aos 41 minutos. Jogou pouco tempo
Neymar 6,5 Arisco, mas não foi decisivo como em outros jogos
Gabriel Jesus 7,5 Fez um gol e criou a jogada do outro
Willian sem nota Entrou aos 37 minutos. Jogou pouco tempo

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *