Brasil leva 2 a 0 e arranca empate contra o Paraguai

A seleção brasileira empatou em 2 a 2 com o Paraguai, nessa terça-feira (29) à noite, em Assunção, pela 6ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. O roteiro foi semelhante ao do jogo com o Uruguai, só que revertido: se em Recife o Brasil abriu 2 a 0 e levou o empate, desta vez a seleção primeiro levou dois gols para só depois empatar. E o gl de empate saiu aos 48-2º, com Daniel Alves.

Com o resultado, o Brasil caiu para 6º lugar no classificatório Sul-Americano. Está atrás de Uruguai (13 pontos), Equador (13), Argentina (11), Chile (10) e Colômbia (10). Não fosse o gol nos acréscimos, o time do técnico Dunga estaria em 7º, com 8 pontos, atrás do Paraguai – que iria a 11 pontos com a vitória, mas ficou com 9 após o empate.

Apenas os quatro primeiros das Eliminatórias da América do Sul têm vaga garantida na Copa. O quinto colocado disputará uma repescagem com o vencedor da Eliminatória na Oceania – provavelmente a Nova Zelândia. Na América do Sul, ainda faltam 12 rodadas.

O jogo

Na partida dessa terça-feira, Dunga tinha um desfalque: Neymar. E o Paraguai tinha um desfalque: o zagueiro brasileiro David Luiz, suspenso. Ricardo Oliveira e Gil ficaram com essas vagas. No primeiro tempo, o Brasil foi mal taticamente e tecnicamente. Estava lento na marcação e desorganizado no ataque. O goleiro Alisson fez duas boas defesas. Mas não pôde evitar o primeiro gol, de Lezcano, aos 39 minutos. Quem poderia tê-lo evitado eram os laterais Daniel Alves (batido na velocidade) e Filipe Luis (escorregou na área, deixando Lezcano livre).

Para o segundo tempo, Dunga tirou o volante Fernandinho e colocou o atacante Hulk. E deve ter ficado verde de raiva quando o Brasil levou o 2º gol, logo aos 3 minutos. Ortigoza cruzou e Edgar Benítez se antecipou a Daniel Alves para marcar.

Dunga pode ter todos os defeitos, mas não lhe faltou coragem. Ele tirou outro volante, Luiz Gustavo, para colocar o meia Lucas Lima. Num 4-0-3-3, o time chegou ao empate. Aos 33, Hulk soltou a bomba de longe. O goleiro rebateu. Ricardo Oliveira aproveitou e diminuiu. Aos 48. Daniel Alves fez grande jogada individual na área e chutou no canto.

Atuações

Alisson 6,5 Duas boas defesas. Não teve culpa nos gols.
Daniel Alves 5,5 Fez um golaço. Errou nos dois gols do Paraguai.
Gil 5,5 Fraco no 1º tempo. Depois, melhorou.
Miranda 6,0 Razoável na maior parte do jogo.
Filipe Luís 4,5 Batido nos dois gols. Razoável no apoio.
Luiz Gustavo 5,0 Contribuiu pouco para o jogo, com e sem a bola.
Lucas Lima 6,0 Entrou aos 25-2º. Bons passes e visão de jogo.
Fernandinho 5,0 Uma boa jogada. Fora isso, fraco com e sem a bola.
Hulk 5,5 Entrou no intervalo. Um bom chute e outro horrível.
Renato Augusto 5,5 Dois chutes para longe. Criou pouco.
Willian 5,5 Até tentou alguns dribles, mas produziu pouco.
Douglas Costa 5,0 Um chute horrível. Fora isso, produziu pouco.
Ricardo Oliveira 6,5 Fez um gol e mandou uma bola no travessão.
Jonas s/n Entrou aos 34-2º. Jogou pouco tempo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display