Suíça 2 x 5 França. A fonte nova de gols

A Arena Fonte Nova testemunhou duas goleadas sonoras na Copa. Primeiro, a surra da Holanda sobre a Espanha (5 a 1). Depois, viu a Alemanha moer Portugal por 4 a 0. Nesta sexta-feira (20/6), testemunhou mais um massacre: a França fez 5 a 2 na Suíça. É a fonte nova dos gols da Copa.

Os dois times estavam alterados em relação às estreias. Do lado suíço, Mehmedi e Seferovic =- autores dos gols da virada sobre o Equador – ganharam chance como titulares, desbancando Stocker e Drmic. Na França, Pogba e Griezmann deram lugar a Sissoko e Giroud. O time em tese parecia mais fraco.

Giroud, que atuava como centroavante no 4-3-3 francês, entrou em ação logo no começo. Em um lance ríspido, levantou o pé além da conta e acertou o suíço Von Bergen perto do olho. O zagueiro teve que sair logo a 9 minutos. E então começou o massacre francês.

Aos 17, após escanteio, Giroud marcou 1 a 0, de cabeça. Um minuto depois, Behrami errou a saída de bola. Benzema partiu em velocidade e serviu Matuidi, que tocou na saída de Benaglio. Para piorar, a Suíça teve um gol de Xhaka, anulado por impedimento. E em seguida Shaqiri bateu cruzado e Lloris fez grande defesa.

Os suíços escaparam de levar o terceiro aos 31 minutos, quando Benzema foi derrubado por Djourou na área, perto da linha de fundo, e o árbitro marcou pênalti. Benzema bateu no canto esquerdo e Benaglio defendeu. Na sobra, Cabaye acertou o travessão. Mas, aos 39, Varane lançou para a corrida de Giroud, que tocou para Matuidi marcar 3 a 0.

Na etapa final, mesmo a troca de Giroud por Pogba e o reposicionamento de Benzema, agora o centroavante, a França continuou mais aguda. Benzema marcou 4 a 0 aos 21 minutos, após

lançamento de trivela de Pogba. Depois, Benzema serviu Sissoko, que surgiu livre pelo lado direito da área e tocou de primeira para marcar o quinto gol, aos 27. Benaglio evitou um vexame maior ao fazer três boas defesas em um único lance.

A Suíça só minimizou o vexame nos 10 minutos finais. Dzemaili, em cobrança de falta rasteira, acertou o canto direito de Lloris. Depois, Inler lançou e Xhaka bateu de primeira, marcando o segundo gol. Ainda, nos acréscimos, Benzema chegou a fazer o sexto gol francês, ao acertar o ângulo direito de Benaglio. Só que o árbitro havia encerrado o jogo segundos antes e não validou.

 

Suíça 2 x 5 França
Suíça (4-2-3-1)
1.Benaglio 6,5
2.Lichtsteiner 5
20.Djourou 4,5
5.Von Bergen s/n
><4.Senderos, 9-1 4,5
13.Rodriguez 5,5
11.Behrami 4,5
><15.Dzemaili, int 6
8.Inler 6
23.Shaqiri 5,5
10.Xhaka 6
18.Mehmedi 6
9.Seferovic 5
><19.Drmic, 24-2 5,5
França (4-3-3)
1.Lloris 6
2.Debuchy 6,5
4.Varane 6
5.Sakho 6
><21.Koscielny, 21-2 6
3.Evra 6
6.Cabaye 6
18.Sissoko 6,5
14.Matuidi 7,5
8.Valbuena 7,5
><11.Griezmann, 37-2 s/n
9.Giroud 7,5
><19.Pogba 18-2 6
10.Benzema 8

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display