Costa do Marfim 2 x 1 Japão. Cadê o Drogba?

Onde diabos estava o atacante Didier Drogba quando a seleção de Costa do Marfim entrou em campo diante do Japão? Não estava machucado. Não estava suspenso. Não estava com calor. Estava no banco de reservas. A decisão do técnico Sabri Lamouchi de deixá-lo de fora do confronto quase saiu caro.

Enquanto Drogba não estava em campo, Costa do marfim estava armada no 4-2-3-1, com Kony no comando de ataque e Yaya Touré como o meia centralizado. O Japão, armado no mesmo 4-2-3-1, conseguiu neutralizar os africanos. E ainda abriu o placar, com um golaço de Honda – ele recebeu na área sem marcação, dominou de pé direito e mandou uma bomba com a canhota, no ângulo direito de Barry.

Enquanto isso, os marfinenses criavam mais chances, tinham mais posse de bola, finalizavam mais, mas não levaram perigo de fato. As chances não eram tão claras assim e as finalizações normalmente iam para fora.

Isso durou até os 17 minutos da etapa final, quando Drogba entrou no lugar de Die. A decisão de poupar o atacante era devido à idade avançada dele – fez 36 anos em março.

Com Drogba em campo, a seleção marfinense se arrumou, como que por mágica. Ele nem jogou tanto assim, mas sua presença em campo deixou a zaga japonesa em polvorosa. Preocupados com Drogba, os nipônicos permitiram que, num intervalo de dois minutos, Gervinho e Bony aparecessem livres na área para marcar os gols da vitória dos elefantes por 2 a 1 – ambos de cabeça, após cruzamentos do lateral-direito Aurier. O goleiro ainda fez grande defesa em falta cobrada por Drogba. O placar até que foi magro se levar em conta que os africanos chutaram três vezes mais bolas que os japoneses – 21 a 7.

Do lado do Japão, as mudanças do técnico Alberto Zaccheroni pouco surtiram efeito. A que mais incomodou foi a realizada sem as substituições: Honda ora era o meia de ligação, ora era o centroavante, alternando-se com Osako. A jogada morreu depois que Osako saiu.

 

Costa do Marfim 2 x 1 Japão
Costa do Marfim (4-2-3-1)
1.Barry 6
17.Aurier 7
5.Zokora 6
22.Bamba 6
3.Boka 6,5
><18.Djakpa, 27-2 5,5
9.Tioté 6
20.Die 5,5
><11.Drogba, 17-2 6,5
8.Kalou 5,5
19.Touré 6,5
10.Gervinho 6,5
12.Bony 6,5
><13.Ya Konan, 32-2 s/n
Japão (4-2-3-1)
1.Kawashima 6,5
2.Uchida 6,5
6.Morishige 5,5
22.Yoshida 5,5
5.Nagatomo 6
16.Yamaguchi 5,5
17.Hasebe 6
><7.Endo, 8-2 5
9.Okazaki 5,5
4.Honda 6,5
10.Kagawa 6
><11.Kakitani, 40-2 s/n
18.Osako 5,5
><13.Okubo, 22-2 5

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display