Dez coisas marcantes, a três dias da Copa

A três dias da Copa, diversos acontecimentos tomaram o noticiário. Pode-se até fazer uma

– O time titular do Brasil bateu os reservas por 4 a 0 nesta segunda-feira (9/6). Contudo, um susto: Neymar torceu o tornozelo.

– A Espanha fez o primeiro treino em solo brasileiro. Um jovem invadiu o treino e conseguiu chegar perto dos jogadores sem ser incomodado.

– O goleiro alemão Neuer colocou a camisa do Bahia e, junto ao meia Schweinsteiger, cantou (daquele jeito) o hino do clube.

– A delegação dos Estados Unidos, para variar, chegou sob fortíssimo esquema de segurança. Todos ficaram presos no trânsito de São Paulo.

– Jogadores da Inglaterra visitaram a favela da Rocinha, no Rio de Janeiro. E ouviram dos meninos que eles, jogadores, não têm requebrado para capoeira.

– O técnico da Bósnia Herzegovina, Safet Susic, quase foi assaltado. E os bósnios adotaram um cachorro como 24º jogador

– Na Holanda, o meia Sneijder fez aniversário (30 anos) e, no treino, levou uma bordoada do zagueiro Martins. Mais tarde, Martins acertou o atacante Robben, que depois revidou. (parece possível ouvir os brasileiros se lembrarem de 2010 e dizerem “vai, Martins”)

– Eto’o chegou ao Brasil todo feliz, depois que a premiação de Camarões estava garantida. E perguntaram a ele: “Quem é melhor, você ou Messi?”. A resposta: “Obina”.

– Drogba, craque de Costa do Marfim, encontrou um “Drogbinha”. O menino brasileiro tem o nome do atacante marfinense.

– A seleção do Equador está concentrada na fria Viamão (RS), enquanto alemães e holandeses desfrutam de concentrações à beira-mar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display