Klinsmann exclui Donovan e causa celeuma nos Estados Unidos

Maior goleador da seleção norte-americana na história. Campeão histórico de assistências. Segundo jogador que mais atuou pela equipe. Três Copas do Mundo nas Costas, com 12 jogos e 5 gols. Apenas 32 anos. Titular do Los Angeles Galaxy. Com todos esses predicados, não seria difícil imaginar que o detentor deles, o meia Landon Donovan, fosse convocado para o Mundial no Brasil, em 2014. Contudo, o técnico do time, o alemão Jürgen Klinsmann, deixou-o de fora da lista de 23 jogadores, segundo o que a federação norte-americana publicou nesta quinta-feira (22/5).

EUA01

Em uma imagem, a Federação colocou todos os 23 jogadores convocados por Klinsmann. Donovan havia sido chamado para a pré-lista, aquela que tem até 30 nomes. Mas não aparece entre os 23. Capitão da equipe, o meia-atacante levaria a experiência de três Copas do Mundo (2002, 2006 e 2010). A menos que alguém se machuque e Donovan seja chamado de última hora, ele perde a chance de disputar seu quarto mundial. Sem ele, os destaques da equipe são o meia-atacante Clint Dempsey, o centroavante Jozy Altidore e o goleiro Tim Howard.

Em seu perfil na Facebook, Donovan escreveu aos fãs: “Foi uma honra e um privilégio representar a seleção norte-americana em três Copas do Mundo. Estava focado para jogar no Brasil e, como podem imaginar, estou muito desapontado com a decisão de hoje. Mas permanecerei ajudando o crescimento do futebol nos Estados Unidos nos próximos anos. Obrigado por todo o apoio. Landon”.

Assim que o anúncio da Federação ganhou a mídia, começou o celeuma. O Los Angeles Galaxy publicou uma imagem com os superlativos números de Donovan.

EUA02

Entre os números, os 57 gols pela seleção (um recorde na história do país), os 58 passes para gol (outro recorde) e as 156 partidas pela equipe desde o ano 2000, quando ele tinha 18 anos – Donovan só perde para o meia Cobi Jones, com 164 partidas de 1992 a 2004. O LA Galaxy termina com um questionamento: “Why not”?

 

A lista final dos Estados Unidos

Goleiros

Brad Guzan (Aston Villa-ING)

Tim Howard (Everton-ING)

Nick Rimando (Real Salt Lake)

Defensores

DaMarcus Beasley (Puebla-MEX)

Matt Besler (Sporting Kansas City)

John Brooks (Hertha Berlin-ALE)

Geoff Cameron (Stoke City-ING)

Timmy Chandler (Nürnberg-ALE)

Omar Gonzalez (LA Galaxy)

Fabian Johnson (Borussia Mönchengladbach-ALE)

DeAndre Yedlin (Seattle Sounders)

Meio-campistas

Kyle Beckerman (Real Salt Lake)

Alejandro Bedoya (Nantes-FRA)

Michael Bradley (Toronto FC-CAN)

Brad Davis (Houston Dynamo)

Mix Diskerud (Rosenborg-NOR)

Julian Green (Bayern Munique-ALE)

Jermaine Jones (Besiktas-TUR)

Graham Zusi e (Sporting Kansas City)

Atacantes

Jozy Altidore (Sunderland-ING)

Clint Dempsey (Seattle Sounders)

Aron Johannsson (AZ Alkmaar-HOL)

Chris Wondolowski (San Jose Earthquakes)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display