Coreia do Norte 0 x 3 Costa do Marfim – O caminho dos elefantes

Costa do Marfim sabia: para se classificar, precisava de um milagre do tamanho de um elefante diante da Coreia do Norte, nesta sexta-feira (25/6). O milagre consistia em golear por oito gols de vantagem e torcer por uma vitória do Brasil diante de Portugal. Demais? Pois a goleada desejada não saiu, mas não foi por falta de esforço. O time africano venceu por 3 a 0, mandou três bolas na trave e teve dois gols anulados, fora outras chances perdidas. Problema mesmo foi contar com um triunfo brasileiro.

Ao contrário do jogo anterior, Costa do Marfim entrou em campo no 4-4-2. Eboué, lateral no Arsenal, atuou mesmo de lateral — vinha jogando como volante. E Drogba começou a todo vapor, marcando um gol a 11 minutos, que foi corretamente anulado, por impedimento. Aos 14, Yaya Toure abriu o placar. Em 15 minutos, já eram 5 chutes a gol. Aos 17, Romaric acertou a trave. Aos 21, Drogba mandou no travessão — e Romaric marcou 2 a 0, no rebote. O ritmo alucinante diminuiu, mas ainda houve tempo para mais uma bola na trave, de Gervinho.

Na etapa final, cientes de que brasileiros e portugueses empatavam, o time de Costa do Marfim desaminou e diminuiu o ritmo. Mesmo assim, ainda conseguiu marcar mais um gol, com Kalou, e ver outro tento anulado, de Doumbia. A vitória fez com que o time africano caísse de pé. Aliás, elefantes sempre dormem de pé.

A Coreia do Norte, com três derrotas, um gol marcado e 12 sofridos, termina a Copa em último lugar. Mas com um consolo: certamente levará o troféu fair play da Fifa. O time levou apenas dois cartões amarelos e, pelas estatísticas da entidade, cometeu apenas 26 faltas em três jogos.

COREIA DO NORTE 0
Ri Myong Guk; Cha Jong Hyok, Pak Chol Jin, Ri Jun Il, Ri Kwang Chon e Ji Yun Nam; Pak Nam Chol, An Yong Hak, Mun In Guk (Choe Kum Chol) e Hong Yong Jo; Jong Tae-Se. Técnico: Kim Jong-hun.

COSTA DO MARFIM 3
Barry; Eboué, Kolo Touré, Zokora e Boka; Romaric (Doumbia), Yaya Touré, Tioté e Keita (Kalou); Gervinho (Dindane) e Drogba. Técnico: Sven-Goran Eriksson.

Gols: Yaya Touré (14-1º), Romaric (20-1º) e Kalou (37-º)
Local: estádio Mbombela, em Nelspruit
Juiz: Alberto Undiano (Espanha)

Um pensamento sobre “Coreia do Norte 0 x 3 Costa do Marfim – O caminho dos elefantes

  1. Libia

    disse:Sem palavras pro Drogba. Ele e9 spetlmsmenie fante1stico dentro (hoje nem tanto, por causa da sua idade, mas mesmo assim causa alguns estragos ainda . rs) e fora de campo, ainda mais quando se trata do pais dele !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display