Austrália 2 x 1 Sérvia – Sem expulsões ou pênaltis de praxe

A Austrália se notabilizou na Copa por ter tido dois jogadores expulsos em dois jogos. E a Sérvia, por cometer pênaltis em desnecessários toques de mão dentro da área. No duelo de ambas, nesta quarta-feira (23/6), nada disso aconteceu. Os australianos venceram por 2 a 1, e ambos, que ainda tinam chances de se classificar, morreram abraçados. Os europeus saíram de campo reclamando que os pênaltis em toques de mão marcados contra si foram ignorados quando lhes favoreciam.

O lance polêmico da partida aconteceu no fim, já com o placar de 2 a 1 estabelecido. Em uma jogada áerea na área australiana, a bola bateu no braço aberto de Cahill, que subiu para tentar cabecear. Arnaldo Cezar Coelho, comentarista de arbitragem, disse que teria marcado pênalti. Mas o uruguaio Jorge Larrionda, que era quem deveria apontar para a cal, nada fez, para tristza dos sérvios. Se tivessem empatado o jogo àquela altura, estariam classificados, deixando Gana de fora.

O polêmico pênalti foi o complemente de uma partida bastante movimentada. No primeiro tempo, houve domínio sérvio. Krasic perdeu duas chances claras — em uma delas, com o goleiro batido, chutou para fora — e ainda teve um gol (corremante) anulado, por impedimento. No segundo tempo, os australianos cresceram e marcaram dois gols num intervalo de quatro minutos, com Cahill e Holman. Se conseguissem mais dois gols, os australianos avançariam. Mas a reação foi interrompida por um gol de Pantelic, aos 39 minutos, aproveitando rebote do goleiro Schwarzer. Pantelic ainda teve um gol (também corretamente) anulado antes do fatídico pênalti não marcado. A mãozinha da Austrália foi ignorada. E os dois acabaram eliminados.

AUSTRÁLIA 2
Schwarzer; Wilkshire (Richard Garcia), Neill, Beauchamp e Carney; Valeri (Holman), Emerton, Culina e Bresciano (Chipperfield); Cahill e Kennedy. Técnico: Pim Verbeek

SÉRVIA 1
Stojkovic; Ivanovic, Vidic, Lukovic e Obradovic; Kuzmanovic (Lazovic), Stankovic, Krasic (Tosic), Jovanovic e Ninkovic; Zigic (Pantelic). Técnico: Radomir Antic

Gol: Cahill (24-2º), Holman (28-2º), Pantelic (39-2º)
Local: estádio de Mbombela, em Nelspruit
Juiz: Jorge Larrionda (Uruguai)
Cartões amarelos: Wilkshire, Beauchamp, Emerton (A), Lukovic e Ninkovic (S)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display