Nani é o terceiro jogador cortado da Copa

Adversário do Brasil na Copa do Mundo, Portugal teve ontem um jogador cortado para a Copa do Mundo: Nani, meia-atacante do Manchester United (ING). Nesta terça-feira (8/6), a Federação Portuguesa de Futebol confirmou o corte, devido a uma contusão na clavícula esquerda sofrida no sábado (5/6). Até então, os lusos minimizavam a contusão.

Além de Nani, também já foram cortados da Copa o zagueiro inglês Rio Ferdinand (lesão no joelho) e o volante nigeriano John Obi Mikel (lesão muscular). Isso depois que as seleções entregaram à Fifa a lista definitiva de 23 nomes para o Mundial

É uma pena, pois a Copa perde brilho. Mas o que teve de jogador de lesionando na reta final da Copa… e não foram jogadores quaisquer: eram os craques de seus times. Um caso emblemático é o de Drogba, atacante da Costa do Marfim, que sofreu um fratura no cotovelo. Passou por cirurgia e pode entrar na segunda partida da equipe. Há ainda o holandês Robben que teve uma lesão muscular e vai perder a partida de estreia. No Brasil, o meia-atacante Kaká e o atacante Luís Fabiano que tiveram lesões no fim da temporada europeia, ainda estão fora de forma. E o goleiro Júlio César luta contra u problema nas costas.

Houve ainda os que não se recuperaram. São eles:

– Adler, goleiro titular da Alemanha (quebrou duas costelas)
– Ballack, meia da Alemanha (lesão no tornozelo)
– Beckham, meia da Inglaterra (ruptura no tensão de aquiles)
– Cabañas, atacante do Paraguai (levou um tiro e não se recuperou a tempo)
– Essien, volante de Gana (lesão crônica)
– Westermann, zagueiro da Alemanha (lesão)

Sem contar os craques que ficaram de fora por outros motivos. Curiosamente, fora um, todos têm mais de 30 anos

– Adriano, atacante do Brasil (teve problemas múltiplos de indisciplina)
– Benzema, atacante da França (envolveu-se em um escândalo sexual)
– Del Piero, atacante da Itália (aposentou-se da seleção)
– McCarthy, atacante da África do Sul (excesso de peso)
– Riquelme, meia da Argentina (brigou com o técnico Maradona)
– Roberto Carlos, lateral do Brasil (aposentou-se da seleção)
– Ronaldinho Gaúcho, meia-atacante do Brasil (opção do treinador)
– Ronaldo, atacante do Brasil (excesso de peso)
– Totti, meia-atacante da Itália (aposentou-se da seleção)
– Van Nistelrooy, atacante da Holanda (aposentou-se e quis voltar, mas foi rejeitado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display